terça-feira, 23 de setembro de 2014



TERMOQUÍMICA


                Termoquímica é a ciência que estuda as transferências de calor[1] associadas aos fenômenos (físicos e químicos) da natureza.
               
                Essa quantidade de calor é medida em aparelhos denominados "calorímetros" onde a quantidade de calor trocada com o meio é nula ou desprezível e tem por unidade o joule (J), ou seu múltiplo quilojoule (KJ = 103J). Pode-se também utilizar a unidade "calorias[2]" (cal) através da relação: 1cal = 4,18J.

ENTALPIA (H)
                ENTALPIA é o conteúdo de energia de cada participante da reação. (deriva do grego enthalpein, "aquecer").

                Para qualquer reação, a pressão constante, podemos encontrar o valor da diferença de entalpia (∆H) do processo, isto é, o calor de reação (, onde ∆H é igual à entalpia dos produtos (Hp) menos a entalpia dos reagentes (Hr): ∆H  = Hp - Hr.
                Assim:
·          H2(g) + ½ O2(g)    H2O(v)  ∆H = - 285,8KJ ou - 68,3kcal.
Graficamente:

CONSIDERAÇÕES ACERCA DA REAÇÃO EXOTÉRMICA
1)       Nessa reação houve perda de calor para o ambiente (Hp < Hr).
2)       DH, nesse caso, foi negativo. Assim, a reação foi exotérmica.
3)       Lê-se: quando 1 mol de hidrogênio gasoso reage com ½ mol de oxigênio gasoso, eles liberam 285,8kJ de energia e se transformam em 1 mol de H2O(L).

·          HgO(s)   Hg(s) + ½ O2(g) ∆H = + 90,7kJ ou + 21,7kcal.
Graficamente:
 



CONSIDERAÇÕES ACERCA DA REAÇÃO ENDOTÉRMICA
1)       Nessa reação houve absorção de calor do ambiente (Hp > Hr).
2)  ∆H , nesse caso, foi positivo. Assim, a reação foi endotérmica.
3)       Lê-se: 1 mol de HgO9s), para se decompor em 1 mol de Hg(s) e ½ mol de O2(g), precisa absorver 90,7kJ de energia..

O ∆H pode ser representado de 3 maneiras, de acordo com o tipo de reação ocorrida:
·          Variação de entalpia de uma reação genérica (∆Hr):∆Hr = Hp - Hr.
·          Variação da entalpia de uma reação de combustão (∆Hc):
A reação de combustão é aquela com presença de um combustível reagindo com o oxigênio (O2), com liberação de energia. Para o cálculo do ∆Hc, devemos considerar a reação de 1mol de combustível.
CH4(g) + 2 O2(g)   CO2(g) + 2 H2O(l)  ∆Hc = - 889,5kJ.
"A combustão completa de 1mol de metano (CH4) libera 889,5kJ".
·          Variação da entalpia de formação (∆Hf)         Uma reação será de formação quando, partindo de substâncias elementares, ocorrer a formação de 1mol de produto.
·          H2(g) + ½ O2(g)    H2O(L)  ∆Hf = - 285,8kJ.
·          2 Cgr + 3 H2(g) + ½ O2(g)    C2H5OH(L)  ∆Hf = - 277,6kJ.

Às substâncias elementares e aos alótropos mais estáveis de um determinado elemento, nas condições padrões de temperatura e pressão (P = 1atm e T = 25ºC), o valor da entalpia será zero (H = 0).
                Os alótropos mais estáveis de cada elemento são aqueles que têm a mais baixa energia liberada ou absorvida numa reação:


Alótropos do
 Carbono
Alótropos do
 Oxigênio
Alótropos do
Fósforo
Alótropos do
Enxofre
Mais
Estável
Cgrafita (Cgr)
∆H = 0
O2




∆H = 0
Pvermelho (Pv)

∆H = 0
Srômbico (Sr)
∆H = 0
Demais
alótropos
Cdiamante (Cd)
 
Fulereno (C60)
O3
Pbranco (Pb)




Smonoclínico (Sm)




O valor de ∆H = 0 para as entalpias não é um valor real; não há sistemas reais com energia nula. A entalpia zero é apenas um valor de referência, em relação ao qual pode-se investigar as entalpias de todas as substâncias.

·          H2(g) + ½ O2(g)   H2O(L)  ∆Hf = - 285,8kJ.
·          ∆Hf = Hp - Hr = Hágua - (Hhidrogênio + Hoxigênio) = - 285,8kJ.

Com os valores dos calores molares montamos uma tabela:
Calores de Formação (kJ/mol) a 25ºC e 1atm
AgBr(s)
-99,5
C2H2(g)
+226,7
AgCl(s)
-127,0
C2H4(g)
+52,3
AgI(s)
-62,4
C2H6(g)
-84,7
Ag2O(s)
-30,6
C3H8(g)
-103,8
Ag2S(s)
-31,8
n-C4H10(g)
-124,7
Al2O3(s)
-1.669,8
n-C5H12(L)
-173,1
BaCl2(s)
-860,1
C2H5OH(L)
-277,6
BaCO3(s)
-1.218,8
CoO(s)
-239,3
BaO(s)
-558,1
Cr2O(s)
-1.128,4
BaSO4(s)
-1.465,2
CuO(s)
-155,2
CaCl2(s)
-795,0
Cu2O(s)
-166,7
CaCO3(s)
-1.207,0
CuS(s)
-48,5
CaO(s)
-635,5
CuSO4(s)
-769,9
Ca(OH)2(s)
-986,6
Fe2O3(s)
-822,2
CaSO4(s)
-1.432,7
Fe3O4(s)
-1.120,9
CCl4(L)
-139,5
HBr(g)
-36,2
CH4(g)
-74,8
HCl(g)
-92,3
CHCl3(L)
-131,8
HF(g)
-268,6
CH3OH(L)
-238,6
HI(g)
+25,9
CO(g)
-110,5
HNO3(L)
-173,2
CO2(g)
-393,5
H2O(g)
-241,8
H2O(L)
-285,8
NH4Cl(s)
-315,4
H2O2(L)
-187,6
NH4NO3(s)
-365,1
H2S(g)
-20,1
NO(g)
+90,4
H2SO4(L)
-811,3
NO2(g)
+33,9
HgO(s)
-90,7
NiO(s)
-244,3
HgS(s)
-58,2
PbBr2(s)
-277,0
KBr(s)
-392,2
PbCl2(s)
-359,2
KCl(s)
-435,9
PbO(s)
-217,9
KclO3(s)
-391,4
PbO2(s)
-276,6
KF(s)
-562,6
Pb3O4(s)
-734,7
MgCl2(s)
-641,8
PCl3(g)
-306,4
MgCO3(s)
-1.113,0
PCl5(g)
-398,9
MgO(s)
-601,8
SiO2(s)
-859,4
Mg(OH)2(s)
-924,7
SnCl2(s)
-349,8
MgSO4(s)
-1.278,2
SnCl4(L)
-545,2
MnO(s)
-384,9
SnO(s)
-286,2
MnO2(s)
-519,7
SnO2(s)
-580,7
NaCl(s)
-411,0
SO2(g)
-296,1
NaF(s)
-569,0
SO3(g)
-395,2
NaOH(s)
-426,7
ZnO(s)
-348,0
NH3(g)
-46,2
ZnS(s)
-202,9
                Com esses valores de calores molares de formação, podemos encontrar a variação de entalpia de uma reação:
C2H5OH(L)
+
3 O2(g)
à
2 CO2(g)
+
3 H2O(L
REAGENTES

PRODUTOS
H =
 -277,6kJ

H =
0

H =
2.(-939,5kJ)

H =
3.(-285,8kJ)
Hr = -277,6kJ

Hp = -1.644,4kJ
∆HR = Hp - Hr = -1.644,4kJ + 277,6kJ = -1.366,8kJ/mol
ATENÇÃO:
Para uma equação termoquímica (A + B C  ∆H = ±X) possa representar corretamente a experiência feita no laboratório, devem estar presentes os seguintes dados:
·          coeficientes estequiométricos dos reagentes e produtos.
·          Estado físico dos participantes.
·          Especificação da variedade alotrópica do participante.
·          Temperatura e pressão em que a reação é feita.
·          ∆H da reação.
·          Para reações feitas nas condições padrões (P = 1atm e T = 25ºC), usa-se o símbolo ∆H0.
LEI DE HESS
                "Uma reação termoquímica pode ser expressa pela soma de duas ou mais equações, e como conseqüência, o ∆H global da equação é a soma dos ∆H das etapas individuais."

                Para aplicação da Lei de Hess, observam-se três propriedades:
·          1ª) O valor de ∆H é diretamente proporcional à quantidade de reagentes e produtos:
·          H2(g) + ½ O2(g)   H2O(L)     ∆H = - 68kcal.
·          2 H2(g) + O2(g)   2 H2O(L)  ∆H = - 136kcal.

·          2ª) A reação direta e inversa apresenta o mesmo valor de ∆H, porém com sinais opostos.
·          H2(g) + ½ O2(g)    H2O(L)  ∆H = - 68kcal.
·          H2O(L)   H2(g) + ½ O2(g)   ∆H = + 68kcal.

·          3ª) A soma das etapas de uma reação fornece o ∆H da reação global:
1ª etapa:                CH4(g)     Cgr + 2 H2(g)    ∆H1 = + 17,9kcal.
2ª etapa:     2 H2(g) + O2(g)    2 H2O(L)        ∆H2 = - 136,6kcal.
3ª etapa:          Cgr + O2(g)    CO2(g)            ∆H3 = - 94,1kcal.
Et. Global: CH4(g) + 2 O2(g)   CO2(g) + 2 H2O(L)  ∆H = - 212,8kcal.

EXEMPLO RESOLVIDO SOBRE A LEI DE HESS

                Dadas as reações e seus respectivos calores de reação, determine o calor de formação do CO(g).
·          Reação 1: Cgr + O2(g)       CO2(g)  ∆H = - 94,1kcal.
·          Reação 2: CO(g) + ½ O2(g)    CO2(g)  ∆H = - 67,7kcal.

·          1º - A reação de formação do CO(g) é aquela em que, partindo das substâncias elementares, forma-se 1m ol de produto. Então, a reação que se deseja será: Cgr + ½ O2(g) à CO(g).

·          º - Adapta-se as reações 1 e 2 de maneira a obter a reação de formação:
·          1ª etapa:     Cgr + O2(g)   CO2(g)                         ∆H = - 94,1kcal.
·          2ª etapa:            CO2(g)     CO(g) + ½ O2(g)         ∆H = + 67,7kcal
·          et. Global:Cgr + ½ O2(g)  CO(g)                          ∆H = - 26,5kcal

ENERGIA DE LIGAÇÃO
                Energia de ligação é a variação da energia (∆H) observada quando 1,0mol de ligações é quebrado no estado gasoso a 25ºC e 1atm. Através da medida dessa energia, mede-se, também, a força dessas ligações.

·          H2(g)    2 H(g)  ∆H = + 104,2Kcal/mol de moléculas de H2.
Graficamente:

INTERPRETANDO
É necessário fornecer + 104,2kcal a 1mol de moléculas de H2 no estado gasoso para que se formem 2 mols de átomos de hidrogênio gasoso a 25ºC e 1atm.



ENERGIAS DE LIGAÇÕES SIMPLES (KJ/MOL) - 25ºC e 1atm

H
C
N
O
S
F
Cl
Br
I
H
436
414
389
464
339
565
431
368
297
C

347
293
351
259
485
331
276
218
N


159
222
---
272
201
243
---
O



138
---
184
205
201
201
S




226
285
255
213
---
F





153
255
255
277
Cl






243
218
209
Br







193
180
I








151













EXEMPLO RESOLVIDO SOBRE ENERGIA DE LIGAÇÃO

                Dadas as energias de ligação H - C = 414kJ/mol,    Cl - Cl = 243kJ/mol, H - Cl = 431kJ/mol e C - Cl = 331kJ/mol, encontre o ∆H da reação: CH4(g) + Cl2(g) CH3Cl(g) + HCl(g).
CH4(g)
+
Cl2(g)
CH3Cl(g)
+
HCl(g)



4 ligações H-C
deverão ser
quebradas:
4(H-C) = 4.(414kJ)

1 ligação Cl-Cl
deverá ser
quebrada:
1(Cl-Cl) = 243kJ

3 ligações H-C e
1 ligação C-Cl
deverão ser
formadas:
3(H-C) =        3(-414kJ)
1(C-Cl) =       1(-331kJ)

1 ligação H-Cl
deverá ser
formada:
1(H-Cl) = 1(-431kJ)
1.899kJ

- 2.004kJ
∆HR = - 105kJ



EXERCÍCIOS

1.        (UEBA) O esquema abaixo representa as mudanças de estados físicos:

        São processos exotérmicos:

a)        1, 3 e 5.
b)        1, 2 e 6.
c)        3, 4 e 6.
d)        3, 4 e 5.
e)        2, 4 e 6.


2.        (U. S. Judas Tadeu-SP) Quando colocamos água numa moringa ou jarro de barro, ela atravessa as paredes desse recipiente e, chegando à superfície, evapora-se lentamente. Com isso, a água restante diminui de temperatura mantendo-se fresca, ou seja, em temperatura menor que a do ambiente. Que explicação você poderia dar ao fenômeno?

a)        A água que evapora rouba calor do pote e da água restante.
b)        A água que evapora deixa mais concentrada a solução resultante.
c)        A água que evapora se liqüefaz umedecendo as paredes da moringa.
d)        A água que evapora coloca calor no pote e na água restante.
e)        A água que evapora deixa uma pressão de vapor maior no interior do pote, provocando a elevação da temperatura.


3.        (Acafe-SC) Ao se abrir a válvula de um botijão de gás de cozinha este se resfria intensamente, porque:

a)        Ocorre absorção de luz na expansão do gás.
b)        Ao se contrair o gás mantém sua temperatura constante.
c)        Durante a expansão as moléculas do gás retiram calor das vizinhanças.
d)        Durante a expansão ocorrerão reações químicas com o ferro do botijão, que são endotérmicas.
e)        A expansão é um processo exotérmico.


4.        (FMU-SP) Em um texto encontramos a seguinte frase: "Quando a água funde, ocorre uma reação química exotérmica." Na frase há:

a)        Apenas um erro, porque a água não funde.
b)        Apenas um erro, porque a reação química é endotérmica.
c)        Apenas um erro, porque não se trata de reação química mas de processo físico.
d)        Dois erros, porque não se trata de reação química nem o processo físico é exotérmico.
e)        Três erros, porque a água não funde, não ocorre reação química e o processo é endotérmico.


5.        (Fuvest-SP) Considere os seguintes dados:

Reagente
Produto
∆H (condições-padrão)
1.
C(gr) à
C(d)
+ 0,5kcal/mol de C
2.
I(g) à
½ I2(g)
- 25kcal/mol de I
3.
½ Cl2(g) à
Cl(g)
+ 30kcal/mol de Cl
                Pode-se afirmar que o reagente tem maior energia do que o produto somente em:

a)        1.
b)        2.
c)        3.
d)        1 e 2.
e)        1 e 3.


6.        (F. Santo André-SP) Em relação aos diagramas de energia abaixo, podemos afirmar que:

a)        O diagrama II indica que há necessidade de um fornecimento de xkJ de energia para que a reação ocorra.
b)        O diagrama I indica que xkJ de energia são liberados durante a reação.
c)        O diagrama II indica que a quantidade de energia armazenada nos reagentes é maior do que a quantidade de energia armazenada nos produtos; portanto, trata-se de uma reação exotérmica.
d)        O diagrama I representa uma reação adequada à produção de energia.
e)        O diagrama I representa uma reação endotérmica, pois a quantidade de energia armazenada nos produtos é menor do que a quantidade de energia armazenada nos reagentes.

7.        (UEMA) Estudando o calor nas reações químicas, entalpia (H), variação de entalpia (∆H), estado físico e estado alotrópico, assinale a única proposição falsa dentre as alternativas abaixo:

a)        Denomina-se calor da reação o calor perdido ou absorvido pela reação.
b)        Entalpia (H) é o conteúdo global de calor do sistema.
c)        A passagem líquidoàvapor para qualquer substância absorve calor.
d)        Quando um elemento químico apresentar várias formas alotrópicas, pode se prever que as mesmas influirão no calor de reação dos processos em que participar o referido elemento.
e)        O estado físico dos reagentes e produtos não influi no valor de ∆H.


8.        (UFRS) A reação de formação da água é exotérmica. Qual das reações a seguir desprende a maior quantidade de calor?

a)        H2(g) + ½ O2(g) = H2O(g).
b)        H2(g) + ½ O2(g) = H2O(L).
c)        H2(g) + ½ O2(g) = H2O(s).
d)        H2(g) + ½ O2(L) = H2O(L).
e)        H2(L) + ½ O2(L) = H2O(L).


9.        (Osec-SP) Qual dos diagramas de energia, a seguir, está correto?
Dados de entalpia-padrão de formação
CO2(g)
∆H = - 94kcal/mol
H2O(g)
∆H = - 58,8kcal/mol
H2O(L)
∆H = - 68kcal/mol
H2O(s)
∆H = - 70kcal/mol

a)       
b)       
c)       
d)       
e)       


10.     (U. Rio Grande-RS) Assinale a alternativa correta:

a)        O calor de reação é igual à variação de entalpia da reação, em qualquer condição.
b)        A variação de entalpia de uma dada reação independe das formas alotrópicas dos reagentes e produtos.
c)        O DH de combustão do carbono pode representar também o calor de formação do gás carbônico.
d)        O DH de uma reação depende dos estados final, inicial e intermediários da reação.
e)        Numa reação exotérmica a energia acumulada nos produtos é maior que a dos reagentes, pois há um aquecimento com o decorrer da reação.


11.     (Vunesp-SP) O dióxido de carbono pode ser obtido por diferentes reações, três das quais estão expressas nas equações:
1.        CaCO3(s)    CaO(s) + CO2(g).
2.        2 HCl(aq) + Na2CO3(aq)    2 NaCl(aq) + H2O(L) + CO2(g).
3.        C(s) + O2(g)     CO2(g).
                O calor de formação (DHf) do dióxido de carbono é determinado pela variação de entalpia:

a)        Da reação 1.
b)        Da reação 2.
c)        Da reação 3.
d)        De qualquer uma das três reações.
e)        De uma outra reação diferente de 1, 2 e 3.


12.     (PUC-MG) A formação do SO2(L) é um processo exotérmico. O diagrama a seguir, que representa corretamente as energias envolvidas na formação de SO2(L) e SO2(g) é:

a)       
b)       
c)       
d)       
e)       


13.     (PUCCampinas-SP) De forma simplificada, a reação da fotossíntese ficaria: 
6 CO2 + 6 H2O + luz/clorofila → C6H12O6 + 6 O2. Dadas as entalpias de formação do CO2 (- 94kcal/mol), da H2O (- 58kcal/mol), da glicose (- 242kcal/mol), pode-se concluir que o processo é:

a)        Endotérmico e a energia envolvida, 1.152kcal/mol de glicose.
b)        Endotérmico e a energia envolvida, 670kcal/mol de glicose.
c)        Exotérmico e a energia envolvida, 1.152kcal/mol.
d)        Exotérmico e a energia envolvida, 670kcal/mol.
e)        Endotérmico e a energia envolvida, 392kcal/mol.


14.     (Cesgranrio-RJ) O acetileno é um gás de grande uso comercial, sobretudo em maçaricos de oficinas de funilaria. Assinale a opção, que corresponde à quantidade de calor fornecida pela combustão completa de 5,2kg de acetileno (C2H2), a 25ºC, sabendo-se que as entalpias de formação, a 25ºC, são: do CO2(g) = - 94,1kcal/mol; da H2O(L) = - 68,3kcal/mol; do C2H2(g) = + 542,2kcal/mol.

a)        1.615kcal.
b)        6.214 kcal.
c)        21.660 kcal.
d)        40.460 kcal.
e)        62.140 kcal.


15.     (Fatec-SP) Considere as afirmações a seguir, segundo a Lei de Hess:
I.                     O calor de reação (DH) depende apenas dos estados inicial e final do processo.
II.                   As equações termoquímicas podem ser somadas como se fossem equações matemáticas.
III.                 Podemos inverter uma equação termoquímica desde que invertamos o sinal de ∆H.
IV.                 Se o estado final do processo for alcançado por vários caminhos, o valor de ∆H dependerá dos estados intermediários através dos quais o sistema pode passar.
Conclui-se que:

a)        as afirmações I e II são verdadeiras.
b)        As afirmações II e III são verdadeiras.
c)        As afirmações I, II e III são verdadeiras.
d)        Todas são verdadeiras.
e)        Todas são falsas.


16.     PUCCampinas-SP) São dadas as entalpias-padrão de formação das seguintes substâncias:
Substâncias
∆H0 de formação (kJ/mol)
CO2(g)
- 393,3
H2O(L)
- 285,8
CH3OH(L)
- 238,5
                Na combustão completa de 0,5mol de metanol, a 25ºC e 1atm de pressão, há:

a)        Liberação de 726,3kJ.
b)        Absorção de 726,3kJ.
c)        Liberação de 363,2kJ.
d)        Absorção de 363,2kJ.
e)        Liberação de 181,6kJ.


17.     (Cesgranrio-RJ) O elemento químico tungstênio, de símbolo W, é muito utilizado em filamentos de lâmpadas incandescentes comuns. Quando ligado a elementos como carbono ou boro, forma substâncias quimicamente inertes e duras. O carbeto de tungstênio, CW(s), é muito utilizado em ponteiras de ferramentas coimo perfuratrizes, esmeris, lixas para metais, etc. Essa substância pode ser obtida pela reação: Cgrafite + W(s) à WC(s). A partir das reações a seguir, calcule o DH de formação para o WC(s):
W(s) + O2(g)         WO3(s)                            ∆Hcombustão = - 840kJ/mol
Cgrafite + O2(g)     CO2(g)                          ∆Hcombustão = - 394kJ/mol
WC(s) + O2(g)     WO3(s) + CO2(g)         ∆Hcombustão = - 1.196kJ/mol.

a)        - 19kJ/mol.
b)        + 38kJ/mol.
c)        - 38kJ/mol.
d)        + 2.430kJ/mol.
e)        - 2.430kJ/mol.


18.     (F. F. O. Diamantina-MG) Com base nas seguintes reações:
2 C(s) + 3 H2(g) + ½ O2(g)   C2H5OH(L)        ∆H = - 66,0kcal/mol
H2(g) + ½ O2(g)    H2O(g)                               ∆H = - 58,0kcal/mol
C(s) + O2(g)     CO2(g)                                     ∆H = - 94,0kcal/mol.
Calcular o calor liberado na queima completa de 50,0 litros de etanol. (detanol = 0,80g/mL).

a)        2,6.105.
b)        3,2.105.
c)        1,5.107.
d)        2,6.102.
e)        3,2.103.


19.     (Acafe-SC) Cada grama de álcool etílico (C2H6O) fornece 7kcal ao organismo humano, dando-lhe energia e reduzindo a fome. No entanto essa é uma energia vazia, pois não contém as substâncias alimentícias necessárias à manutenção do corpo saudável, tais como vitaminas e aminoácidos, e que leva os alcoólatras a um estado de deficiência nutricional múltipla. A massa de álcool necessária para produzir 3.010kcal, energia suficiente para manter um indivíduo por um dia, será:

a)        21.000g.
b)        19.780g.
c)        322g.
d)        430g.
e)        138.460g.


20.     (F. Objetivo-SP) O calor de combustão do acetileno com oxigênio do ar é 310kcal/mol. A vaporização da água líquida consome 10kcal/mol. Quantos mols de acetileno devem ser queimados para produzir calor suficiente para evaporar 360g de água líquida? (Dados: H = 1; O = 16)

a)        0,500.
b)        0,645.
c)        1,30.
d)        2,50.
e)        2,84.


21.     (Fuvest-SP) A oxidação de açúcares no corpo humano produz ao redor de 4,0kcal/g de açúcar oxidado. A oxidação de um décimo de mol de glicose (C6H12O6) vai produzir aproximadamente: (Dadas as massas atômicas: H = 1,0; C = 12; O = 16)

a)        40kcal.
b)        50kcal.
c)        60kcal.
d)        70kcal.
e)        80kcal.


22.     (Fuvest-SP) Considere a reação de fotossíntese e a reação de combustão da glicose representadas abaixo:
6 CO2(g) + 6 H2O(L) + luz/clorofila
C6H12O6(s) + 6 O2(g).
C6H12O6(s) + 6 O2(g) à 6 CO2(g) + 6 H2O(L).
Sabendo-se que a energia envolvida na combustão de um mol de glicose é 2,8.106J, ao sintetizar meio mol de glicose a planta:

a)        Libera 1,4.106J.
b)        Libera 2,8.106J.
c)        Absorve 1,4.106J.
d)        Absorve 2,8.106J.
e)        Absorve 5,6.106J.


23.     (Fuvest-SP) Tanto gás natural como óleo diesel são utilizados como combustíveis em transportes urbanos. A combustão completa do gás natural e do óleo diesel libera, respectivamente, 9.102kJ e 9.103kJ por mol de hidrocarboneto. A queima desses combustíveis contribui para o efeito estufa. Para igual energia liberada, quantas vezes a contribuição do óleo diesel é maior que a do gás natural? Considere: gás natural = CH4; óleo diesel = C14H30.

a)        1,1.
b)        1,2.
c)        1,4.
d)        1,6.
e)        1,8.


24.     (F. C. Chagas-BA) A dissociação de 1mol de fosfina (PH3) é representada por: 9,6.102kJ + PH3(g) P(g) + 3 H(g). Sendo assim, a energia da ligação P-H é:

a)        1,2.102kJ/mol.
b)        2,4.102kJ/mol.
c)        3,2.102kJ/mol.
d)        4,8.102kJ/mol.
e)        8,6.102kJ/mol.


25.     (Cesgranrio-RJ) Sendo dadas as seguintes entalpias de reação:
C(s)     C(g)                         ∆H = + 170,9kcal/mol
2 H2(g)  4 H(g)                  ∆H = + 208,4kcal/mol
C(s) + 2 H2(g)  CH4(g)     ∆H = - 17,9kcal/mol.
Indique a opção que apresenta a energia de ligação H-C aproximada.

a)        5kcal/mol.
b)        20kcal/mol.
c)        50kcal/mol.
d)        100kcal/mol.
e)        400kcal/mol.


26.     (U. E. Ponta Grossa-PR) Calcule o calor de combustão do metano a 25ºC, a partir dos valores aproximados da energia de ligação, em kcal/mol. (Dados: C-H = 99,0; O=O = 119,0; C=O = 192,0; O-H = 110,0)

a)        + 190,0kcal/mol.
b)        - 190,0kcal/mol.
c)        + 1.458,0kcal/mol.
d)        - 1.458,0kcal/mol.
e)        - 309,0kcal/mol.


27.     (F. Católica de Salvador-BA) Com base nos dados referentes à energia de ligação, o composto que requer maior quantidade de energia para romper completamente todas as ligações, quando se aquece 1mol desse composto no estado gasoso é:
Ligação
Energia média
(kcal/mol)
Ligação
Energia média
(kcal/mol)
C-C
82,6
C-Cl
81
C=C
145,8
C=O
172
CºC
199,6
O-H
119,6
C-H
98,8
C-O
85,5

a)       
b)       
c)       
d)       
e)       




[1] Calor é a energia transferida de um corpo para outro, em virtude exclusiva da diferença entre suas temperaturas.
[2] Caloria é a quantidade de calor necessária para aumentar, de 1ºC, a temperatura da massa de 1g de água sob pressão de 1atm.